Metrô Solar

O metrô de Santiago, capital do Chile, pode ser o primeiro do mundo abastecido a partir de energia solar. Uma das patrocinadoras da ideia, a empresa SunPower, anunciou recentemente o projeto. O metrô de Santiago é o segundo maior da América Latina, com cinco linhas e 100 estações. Em média, 2,5 milhões de passageiros são transportados por dia.

Com a conclusão da linha seis, que terá uma estação no turístico Estádio Nacional, o número deve chegar a 3,7 milhões no próximo ano. A SunPower conta com o apoio de uma empresa parceira, a Total Energy, na construção de uma usina solar de alta eficiência para gerar esse montante energético. O projeto El Pelícano deve produzir sozinho 100 MW (megawatts) de energia. A construção começa ainda neste ano, estando prevista para ser concluída no final de 2017.

“Este contrato está expressando o compromisso do Chile com um mundo mais sustentável. Estamos orgulhosos da parceria com o metrô no desenvolvimento de uma nova maneira de alimentar sistemas de transporte público através de uma energia competitiva, confiável e limpa”, comentou o vice-presidente sênior do setor de Negócios e Operações da Total Energy, Bernard Clément.

Conhecido como Oasis, o sistema aplicado na usina solar é um bloco modular totalmente integrado. O formato tem implementação rápida e de baixo custo, sendo ideal para produzir energia limpa em grande escala, sem usar muito espaço. A tecnologia usa ainda um processo de limpeza automatizado dos painéis, o que reduz em 75% a quantidade de água usada, quando comparado a processos tradicionais, e ainda melhora a eficiência do sistema em até 15%.

Gostou da matéria? Continue lendo assinando a revista Biomais aqui.

Post anterior

Globalização da energia

Próximo post

Biodiesel gera economia

admin

admin

Sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *